O Longo Sono da Heroína
13ª Produção
Estreia: 08/01/2001

Carreira: Faro, Portimão, Loulé, Vila Real de Sto. António, Albufeira, Nelas, Tavira, Moita, Lagos, São Brás de Alportel, Arcos de Valdevez, Lagoa, Olhão, Silves

Tendo como ponto de partida o conto “A Bela Adormecida”, dos irmãos Grimm, criou-se uma peça interactiva para jovens, de forma a que estes, ao interferirem, possam expressar o seu próprio entendimento da mesma em questões tão relevantes como o consumo de droga e suas consequências, relações entre pais e filhos, relações entre amigos e colegas. A peça visa constituir um contributo do teatro para a educação.

Espectáculo destinado a alunos a partir 8º ano e secundário

Ficha Artística, Técnica e de Produção

Texto: Ana Baião e Sissel Paulsen
Encenação: Ana Baião
Intérpretes: Elisabete Martins, Mauro Amaral ou J. P. Naylor
Música e Direcção Técnica: Francisco Costa
Fotografia: Baltazar Terlica
Apoio Editorial e Promocional: Ana Cristina Oliveira
Direcção de Produção: Ana Baião e Luis Vicente

Destaque de Imprensa

“A ACTA está em digressão por várias escolas da região. É um programa de
aplaudir porque o teatro, como arte, deve ser estimulado nos jovens. (...) Os apoios devem ser realidade quando os programas também são de qualidade.”
Barlavento, 18/01/01

“Através do recurso hot seat, Elisabete Martins conseguia um momento de grande
intensidade dramática que, cativando os jovens, lhe mereceu uma espontânea salva de palmas. (...) Vale a pena, também, falar da forma como Elisabete consegue disciplinar pedagogicamente, com firmeza e determinação, um grupo heterogéneo de jovens.”
EG, Região Sul, 31/01/01