Auto da Barca do Inferno
8ª Produção
Estreia: 16/03/2000

Carreira: Faro, Vila Real de Sto. António, Portimão, Vila do Bispo, Loulé, Tavira

Trata-se de uma encenação do Auto da Barca do Inferno, de Gil Vicente, especialmente dirigida ao público escolar. Este projecto conta com uma encenação arrojada que optou por dar a conhecer aos espectadores, não só essa obra de Gil Vicente, mas também diferentes estéticas provenientes do teatro oriental, como o Kabuki, o Nô, a Ópera de Pequim, ou mesmo a Commedia Dell’arte.
Neste projecto, tal como na vida, todos são anjos e todos são diabos. As questões levantam-se para depois serem discutidas entre actores, alunos e professores, uma vez que se pretende que esta produção, seja não só mais uma peça ilustrativa de um Conteúdo Programático da disciplina de Português mas, a partir desse objectivo absolutamente pertinente, ser um pólo de discussão e diálogo com os actores/personagens da peça.

Classificação Etária: Maiores de 12 anos

Ficha Artística, Técnica e de Produção

Texto: Gil Vicente
Encenação: Pedro Guerreiro Ramos
Cenografia, Execução e Adereços: Tó Quintas
Música: Colectivo
Figurinos: ACTA
Intérpretes: Antony Barbosa, Elisabete Martins, Jorge Soares, Mário Spencer, Mauro Amaral e Teresa Moreno
Desenho e Operação de Luz: Noé Amorim
Costureira: Algarfardas
Fotografia: Telma Veríssimo
Apoio Editorial e Promocional: Ana Cristina Oliveira e Alexandre Moura
Direcção Técnica: Noé Amorim
Direcção de produção: Luís Vicente

Destaque de Imprensa

“Esta nova produção da ACTA conta com uma encenação “arrojada”."
Pedro Guerreiro Ramos, Algarve Hoje, 30/03/00

“Uma encenação brilhante, da autoria de Pedro Guerreiro Ramos, do auto da Barca do Inferno, destinada ao público escolar”
Ana Oliveira, Jornal do Algarve, 11/01/01